Sua empresa tem um DDS efetivo?

O Diálogo Diário de Segurança (DDS), comum na primeira hora da jornada de trabalho, tem como objetivo a prevenção de acidentes através da atualização constante de informações fundamentais para a integridade física dos colaboradores, em todas as áreas e segmentos da empresa. Mas como fazer com que o DDS seja efetivo, atraente, e não apenas uma burocracia a ser cumprida?

Para que ele seja eficiente e cumpra o seu papel, é necessário fazer com que a temática tenha relevância, além de periodicidade e uma linguagem ideal para a sua empresa. Para isso, se atente à alguns pontos chaves de qualquer DDS:

– Diálogo não é monólogo! É importante que o Técnico em Segurança tenha seu tempo de fala, mas é essencial que exista um tempo maior reservado para ouvir os trabalhadores! O debate faz com que os colaboradores se interessem – e até mesmo colaborem mais – além de fazer com que o técnico note riscos que ainda não havia pensado. Os temas dos próximos DDS podem surgir do debate.

– Tenha foco! O que prende a atenção do colaborador é uma narrativa com começo, meio e fim, abordando com profundidade um tema de cada vez.

– Tenha apelo visual. Imagens e recursos audiovisuais chamam mais atenção, completam raciocínios e até mesmo economizam palavras, tornando o DDS mais dinâmico.

– Faça demonstrações. O DDS é uma boa oportunidade para relembrar procedimentos e demonstrar como deve e como não deve utilizar o EPI.

– Reveja a periodicidade. Cada empresa deve encontrar o modelo ideal de DDS, aquele que mais funciona com os colaboradores. Para que esses momentos não se tornem uma obrigação, reveja a periodicidade necessária para ter esses diálogos.

Lembre-se: o importante é ter assunto, ser objetivo, captar a atenção e abrir o diálogo. Cumprindo esses itens, com certeza o Diálogo Diário de Segurança será mais efetivo.

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: