EPI e EPC, qual o melhor para a sua empresa?

Garantir a proteção e segurança no ambiente de trabalho é tarefa de todo empregador, e dentre os itens para eliminar os riscos do ambiente em que se desenvolvem as atividades, estão os EPIs e EPC. Mas qual é o melhor para a sua empresa?

Os EPC (Equipamentos de Proteção Coletiva) são os dispositivos para reduzir os riscos inerentes ao processo de trabalho, como a ventilação, sinalização de segurança, proteção das partes móveis do maquinário, entre outros.

A principal vantagem é que esses itens independem da vontade do trabalhador em utilizar ou não, pois automaticamente minimiza os efeitos negativos do ambiente de trabalho. Porém, quando os EPC oferecem apenas uma proteção parcial, o uso de Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) se tornam obrigatórios.

São inúmeros os tipos de EPI disponíveis para proteger a saúde e a segurança do trabalhador, de acordo com a parte do corpo que pode ser atingida: proteção auditiva, respiratória, visual e facial, cabeça, mãos e braços, pernas e pés ou contra quedas.

Além de essenciais para o trabalhador, pois protegem a saúde física contra os acidentes de trabalho, os EPIs e EPC podem gerar reduções de custos para a empresa. É importante que seja feita uma avaliação de quais Equipamentos de Proteção Coletiva podem ser implantados para aumentar a segurança da sua equipe, para então definir os EPIs.

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: