Com fiscalização mais rigorosa, segurança do trabalho ganha ainda mais força no país

A medicina e a segurança do trabalho ganharão ainda mais relevância neste ano em todo o país. Com alterações da legislação, tudo passará a ser exigido a partir de documentações, desde quais os equipamentos que cada colaborador utiliza, até recibos de retirada e garantias de certificação e vencimentos.

Todas essas exigências se dão pela entrada em definitivo do eSocial, que será ainda mais rigoroso no controle e comprovação dos dados. Para as indústrias, isso significa uma atenção especial aos EPIs, EPCs e gerenciamento da CIPA.

As informações precisarão ser armazenadas com exatidão e com possibilidade de serem acessadas a qualquer momento, já que órgãos reguladores podem exigir toda a documentação.

Uma saída apontada pela reportagem da Revista Cipa, disponível pelo link http://revistacipa.com.br/industria-prepare-se-para-uma-nova-era-na-medicina-e-seguranca-do-trabalho/, será a automatização.

“A automatização dos processos é essencial para que as empresas obtenham, de fato, o controle sobre as suas informações. Somente assim, conseguirão cumprir as normas legislativas com consistência de dados e agilidade. Vivemos a era da transformação digital e isso já chegou a todos os setores do mercado, do varejo à indústria – aqui, especificamente, com um monitoramento completo da saúde do trabalhador, desde o controle de insalubridade e periculosidade, até a sua aposentadoria”.

Sua empresa está preparada?  

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: