Cinco tipos de acidentes com as mãos que você pode sofrer

Os trabalhadores de ofícios manuais estão constante expondo suas mãos a objetos perfurantes, produtos abrasivos ou maquinários, que podem ser perigosos quando o manuseio não é feito de forma correta ou com a ausência dos equipamentos de segurança.

Hoje a Lalan do Brasil fala sobre cinco formas com que o colaborador pode ferir as mãos, seja de forma temporária ou permanente.

1: Cortes. O trabalho que envolve a utilização de ferramentas e máquinas onde há a necessidade do manuseio são exemplos onde há o risco de cortes. As luvas, enquanto equipamento de segurança, deve, nestes casos, serem confortáveis, do tamanho correto e principalmente resistentes, para garantir que haja segurança e praticidade no uso.

2: Prensamentos. Este tipo de acidente é comum em trabalhos com maquinários com acionamento manual, onde as mãos estão em contato direto e constante com o sistema. As luvas, neste caso, precisam ser resistentes e do tamanho ideal, para garantir que o equipamento funcione de forma correta e eficiente.

3: Esfolamentos: Um acidente comum em trabalhos que exigem rapidez no procedimento, tanto com ferramentas quanto maquinários. Um esfolamento causado por maquinário, por exemplo, pode causar lesões profundas na pele, afastando o funcionário por longos períodos, por mais que pareça uma lesão “simples”.

4: Perfurações: Assim como os casos de cortes, as perfurações também são passíveis de redução do risco quando há uso das luvas corretas, seja na capacidade de resistência do material, ou no conforto e mobilidade que o equipamento traz.

5: Fraturas: Um dos casos mais usuais do trabalho manual são as fraturas, que não necessariamente estão ligadas a queda, mas também ao uso incorreto de ferramentas ou máquinas. O uso de luvas adequadas para a atividade, tanto no material quanto no tamanho, é essencial para evitar este tipo de lesão.

De modo geral, é essencial que as luvas escolhidas para equipamento de segurança sejam do material e tamanho corretos, para garantir que haja conforto, mobilidade e garantia de proteção para a realização do trabalho.

Consulte um Técnico em Segurança do Trabalho e saiba qual o tipo ideal de luvas para a sua empresa.

Categorias

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: